''As pessoas passam a vida inteira se preocupando com coisas que nunca chegam a acontecer''

Sinopse: O Projeto Rosie foi concluído, e Don e sua amada estão morando em Nova York. Ele é professor na Universidade de Columbia, e Rosie cursa o primeiro ano do programa de doutorado em medicina. Tudo vai muito bem até o dia em que ela anuncia: “Estamos grávidos.”Diante do desafio ainda maior do que encontrar uma esposa, Don não vê alternativa a não ser iniciar o Projeto Bebê. Ao tentar definir os protocolos para se tornar pai, usando seu estilo de pesquisa peculiar e suas habilidades sociais – ainda baixíssimas –, Don, é claro, acaba se metendo em várias confusões e mal-entendidos. Agora ele corre o risco de ser processado, deportado, de perder a credibilidade profissional e, o pior, de perder Rosie para sempre.Prepare-se para rir, chorar e se emocionar novamente com o professor de genética mais carismático de todos os tempos


''Meu amor por Rosie era tão poderoso que fizera meu cérebro cometer um erro gramatical.'' 


Nesse livro Don e Rosie são recém casados e estão morando Nova York. Rosie é estudante de medicina e Dom continua sendo professor e pesquisador. Logo no início nos já somos bombardeados com uma notícia que deixa Dom meio apreensivo. Rosie está grávida.

Com a notícia Dom entra em pânico por não está preparado e a gravidez não ter sido planejada ( Quem leu projeto Rosie sabe que Dom e meio louco por planejamento). Algumas coisas acontecem ( que não posso citar) que faz com que Dom e Rosie se distanciem. 
Dom, com medo de perder Rosie começa às suas famosas pesquisar sobre como é ser pai. O que acarreta várias situações hilárias que é típico do Dom. Com risco de perder Rosie e o bebê, Dom tentar provar para Rosie que pode ser um bom pai para o filho. Mas o que Dom não contava era com a complexidade que é ser pai.


''-Quais são suas classificações profissionais.- A universidade da vida. A escola das porradas que a vida dá.''

Confesso que gostei bem mais do segundo, pelo fato da leitura ser bem mais fluida e interessante para mim. Eu adorei ver a convivência de Rosie com o Dom, quase chorei quando Rosie o maltratava, por que ele é tão fofo que não tem como brigar com ele. Ele se esforçar de verdade nesse para provar que é apto a ser um bom pai. Eu amei o esse segundo volume, foi um desfecho perfeito para q história de Rosie e Dom. Adorei  


2 Comentários

  1. Gostei muito da sinopse, ainda não li o primeiro livro. Também sofro quando maltratam meus personagens favoritos. Gostei da primeira citação :D

    Bom fim de semana!

    Beijos,
    Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história é muito boa. Eu chorei quando ela brigava com ele rs.

      Bom final de semana, flor.
      Beijos

      Excluir