''O universo é maior do que qualquer coisa que cabe na sua cabeça.''

Sinopse: Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.



“Quando olho para Sky lembro que o ar não é apenas algo que existe, mas que se respira.”

No livro Laurel escreve cartas a artistas mortos contando sobre sua vida e experiencias, ela acabará de perder a irmã e a mãe a abandonará, ficando apenas com o pai e a tia. Laurel sofre muito com a morte da irmã, mas se mantem forte por causa do pai, ela se muda para um escola nova onde conhece Natalie e Hannah que viram melhores amigas da menina, juntas, elas passam pelos problemas tipicos da adolescência como o primeiro amor, o primeiro cigarro, o primeiro porre e por ai vai. No meio das novas descobertas e da dor que ela esconde ela conhece Sky, uma rapaz mais velho e misterioso que Laurel se apaixona perdidamente.


“Sabe quando você acha que conhece alguém? Mais do que qualquer um no mundo? Você sabe que entende a pessoa, porque a enxerga de verdade. E então você tenta se aproximar, e ela… desaparece. Você achava que pertenciam uma à outra. Achava que ela era sua, mas não é. Você quer protegê-la, mas não pode.”

Eu amei ler esse livro, e em formato de carta e cada carta e destinado a um artista diferente, eu amei ainda mais pois Laurel fala muito sobre Kurt Cobain e Jim Morisson que são um dos meus vocalistas favoritos. Fora os personagens que são apaixonantes ( Sky )  Um livro emocionante de aceitação, amor e recomeço. Recomendadíssimo!!

Classificação:


3 Comentários

  1. Eu li esse livro e adorei, e fiquei com ressaca literária haha
    A Ava conseguiu me transportar para o livro e e fiquei nele, a Laurel é uma pouco de todos nós, eu sempre pensava se fosse comigo o que eu faria :)

    Bjokas ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorei o livro, foi minha leitura favorita do mês passado. Fiquei completamente apaixonada pela história e pelos personagens.
      Beijos

      Excluir
  2. Olá, tudo bem?
    Eu adorei o Blog, e por isso eu o indiquei ao Premio Dardos.
    Espero que goste :)
    http://sonhosdo-inverno.blogspot.com.br/2016/05/premio-dardos-blorggers.html

    Bjokas ;)

    ResponderExcluir