''Tempo. Eu vinha pedindo muito tempo ultimamente. Tinha a esperança de que,se tivesse tempo o suficiente,tudo ia se resolver''
Sinopse: "A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas.
Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos. America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. E enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo — e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz."

Nesse livro a America está cheia de duvidas e inseguranças em relação a coroa e a Maxon,,varias vezes durante o livro ela pensa em como seria a vida se escolhe-se entre Maxon e Aspen. Enquanto America pensa e repensa em sua decisão,ela se afasta um pouco de Maxon. O que faz algumas das outras selecionadas se aproximarem do príncipe.

Confeso que fiquei com um pouco de raiva da America porque sempre que a historia entre ela e Maxon parecia se desenrrolar,ela sempre se fechava, na maioria das vezes por causa de Aspen.

Mas a história e viciante,essa indecisão da America te faz querer devorar o livro inteiro de uma vez. O final do livro e supreendente,esse sem duvida e o meu livro favorito da saga.

Deixe um comentário